Quando iniciei o meu roteiro pela Grécia, já sabia que uma das ilhas a ser visitada seria Paros, por inúmeras vantagens, mas principalmente por ter uma das mais belas vilas gregas nas ilhas Cíclades: Lefkes. Quem conhece sabe que a ilha de Paros possui simplicidade e beleza e encanta qualquer viajante, ela irradia a luz do sol e reflete a beleza do mar azul.

Porto de Parikia, na ilha de Paros.

Assim que desembarquei no porto de Parikia, fui direto para o Hotel Fisilanis, localizado na praia de Logaras, do outro lado da ilha. A escolha do hotel foi por conta da proximidade com Lefkes, além de estar localizado em frente ao mar, para que eu pudesse usufruir e descansar ao sol em algum momento.

Praia de Logaras, em frente ao Hotel Fisilanis.

Cada uma das vilas da ilha de Paros tem suas peculiaridades: Parikia, a capital, é encantadora, com suas vielas estreitas de paralelepípedos à beira-mar, que têm no vento um elemento presente a todo instante. A brisa marinha faz de Parikia uma vila com cheiro e cor fulgurantes.

Casas brancas, bougainvilles e igreja ortodoxa na Main Market Street, em Parikia.

Em Parikia o melhor que se tem a fazer é caminhar por suas lindas e bucólicas ruelas, encantando-se com as belas casas caiadas de branco, com a presença de frondosos bougainvilles de diversas cores e ir descobrindo em cada esquina uma igreja ortodoxa. Mas imperdível mesmo é alcançar a colina onde se localiza a Igreja Ortodoxa de Ágios Konstantinos, com uma linda vista para a baía do porto e onde ocorre o mais lindo pôr do sol da ilha de Paros.

Igreja Ortodoxa de Ágios Konstantinos, em Parikia.

As ruínas do Archaic Temple of Athena (Templo de Atenas), patrona da ilha, ficam ao lado de Ágios Konstantinos. O templo foi construído entre 530 e 520 A.C., mas hoje se vê apenas parte dele, pois a frente do templo, juntamente com 3/4 da estrutura original, foi destruída quando a encosta oeste da colina desabou em direção ao mar.

Durante o percurso pelas lindas vielas de Parikia, não deixe de ver o pitoresco Frankish Castle e de visitar a imponente Igreja de Ekatontapiliani (também conhecida como Igreja das 100 portas). É uma das igrejas cristãs ortodoxas mais importantes da Grécia e se encontra muito bem preservada. Para conhecer melhor a Igreja das 100 portas, veja o site: http://www.aboutparos.gr/en/paros/ekatontapiliani.php

Igreja de Ekatontapiliani, em Parikia.

Piso Livadi, localizada bem próxima ao Hotel Fisilanis, é uma pequena vila de pescadores, com ar limpo e que à noite recebe visitantes que desfrutam de alguns bons restaurantes à beira-mar. Dos quatro dias na ilha, na maioria das noites era em Piso Livadi que eu buscava um bar ou restaurante para encerrar o dia, que de certo havia sido cheio de belos passeios relaxantes para receber as carícias do sol, do vento, do mar e da areia.

Barcos pesqueiros e um restaurante à beira-mar, em Piso Livadi.

Depois disso, caminhava feliz de Piso Livadi para Logaras por uma estrada à beira-mar, subindo uma suave colina. E depois, ao descer, ia descansar no quarto do hotel, certo de que outro dia chegaria tão lindo quanto aquele que terminava. Os dias eram plenos de sol, luz, sons e cheiros, onde a fauna local se fazia presente com cigarras, grilos, andorinhas, tentilhões, gaivotas e outras aves marinhas. Essa é a sensação e a beleza que a ilha de Paros exala.

Além de Parikia e Piso Livadi eu visitei outros pontos da ilha de Paros, mas, para concluir, relatarei meu encantamento por Lefkes, vila localizada no interior da ilha, construída nas proximidades de uma colina coberta de pinheiros. É a mais alta vila da ilha e uma das maiores aldeias de Paros, com população de 850 habitantes.

Lefkes merece todo o destaque por possuir casas bem típicas da região do mar Egeu. Suas ruas são estreitas e na maior parte da vila é proibido o tráfego de carros, o que a torna tão pitoresca e aprazível. Fiz um passeio a pé desde sua principal porta de entrada até a praça onde se encontra a imponente igreja de Agia Triada.

Vista panorâmica de Lefkes, com destaque para a igreja ortodoxa de Agia Triada.

Antes de chegar à Grécia eu já havia pesquisado fotos dessa vila, portanto caminhei por Lefkes calmamente, para não perder nenhum detalhe, detendo-me em cada esquina, cada casa, cada edifício, cada praça.

Casa caiada de branco e um espetacular bougainville, na praça de Agia Triada.

Todas as casas em Lefkes estão conservadas, limpas, caiadas de branco e transbordando de flores coloridas, principalmente bougainvilles. Mesmo no início do verão, as floradas estão sempre exuberantes.

Na praça principal, onde há um Memorial aos Heróis de Guerra, moradores e turistas se juntam para vislumbrar a linda vista da costa leste da ilha a partir do mirante.

Continuando a caminhar, entramos na Rota Bizantina e, através de ruelas bem estreitas, chega-se à tradicional Praça Bizantina, onde, resistindo ao tempo, existem antigas casas bizantinas, com suas portas baixas e janelas pequenas.

Tradicional Praça Bizantina, com suas casas antigas de portas baixas.

A igreja ortodoxa de Agia Triada, templo bizantino dedicado à Santíssima Trindade, fica ao final desse caminho. A construção dessa bela basílica com três corredores começou em 1830 e foi concluída em 1835. Ao entrar, vê-se o corredor central coberto por um arco e os corredores laterais com cúpulas abobadadas. Os corredores são separados por colunas de mármore. A linda fachada possui duas imponentes torres de mármore, e quatro colunas duplas, também em mármore, sustentam o portão da igreja. Todo esse mármore foi extraído da própria ilha de Paros.

A fachada da linda igreja ortodoxa de Agia Triada.
O interior da igreja ortodoxa de Agia Triada, com as colunas em mármore que sustentam o teto, além do belo altar com imagens bizantinas.

Na praça da igreja ortodoxa de Agia Triada, sentei-me na taverna Kafénion para descansar, beber algo e contemplar a bela paisagem do lugar. Foi quando escutei o dono da taverna cobrando agilidade do rapaz que o ajudava com os clientes das mesas ao lado de fora. Até aí tudo bem, mas, como eu me sentei no interior, vi o dono da taverna entrar com uma bandeja com copos e outros objetos e, com uma rapidez impressionante, pegar um dos copos e beber o final da bebida provavelmente deixada por um cliente. Fiquei impressionado, mas me diverti muito com a cena.

A taverna Kafénion, tradicional greek café, está localizada bem em frente da igreja ortodoxa de Agia Triada.
Compartilhe com os seus amigos.
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Share on LinkedIn
Linkedin
Print this page
Print

Gostou? Deixe o seu comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *