Amigos e seguidores do blog criaram uma expectativa quanto ao primeiro post que eu escreveria sobre minhas viagens pelo Brasil. Depois de muito refletir e pensar, decidi apresentar minhas andanças por Minas Gerais. Adoro essa parte do Brasil, em vários aspectos: a simplicidade dos mineiros, a gentileza de amigos, a ótima gastronomia, os recantos perdidos por entre os mares de morros, as belas cidades coloniais, as cahoeiras de água cristalina, o céu claro com estrelas cintilantes, o gostoso sotaque do povo, o artesanato em tecidos multicoloridos e muito mais que cada um pode descobrir ao se lançar por suas estradas. 

São Gonçalo do Rio das Pedras, uma vila impactante.

Com saudades de Minas, em 2012 me aventurei, por uma semana, numa viagem pela região de Diamantina. Na primeira noite, no Recanto do Antônio, deliciava um bom tropeiro quando percebi uns estandartes sacros e coloridos expostos nas paredes do restaurante. O artista era Marcelo Brant, filho de Diamantina. Foi importante e prazeroso conhecê-lo, pois ele me indicou ser imperdível visitar São Gonçalo do Rio das Pedras, distrito do município de Serro. Combinamos. Fui com ele.

Estandarte de São Sebastião, de autoria de Marcelo Brant, no Recanto do Antônio.
Os estandartes produzidos pelo artista Marcelo Brant são inspirados nos símbolos religiosos da região de Diamantina.

São Gonçalo do Rio das Pedras é um lindo povoado em Minas Gerais, de beleza única e bucólica, atravessado pela Estrada Real, desde Diamantina, por uma estrada totalmente de terra com declives acentuados e muito acidentada, entretanto, a estrada que une o Serro ao povoado, mesmo que de terra e não pavimentada, é bem mais segura e plana, sendo assim melhor de se trafegar. Esse percurso é bem aprazível e passa por Milho Verde, outro distrito de Serro.

Mapa pictórico com os caminhos que levam a São Gonçalo do Rio das Pedras.

Mapa do site: https://www.pousadacapao.com/localizacao

Essa estrada conduz ao paraíso: São Gonçalo do Rio das Pedras.

São Gonçalo do Rio das Pedras é atualmente passagem para viajantes, ciclistas e outros aventureiros que percorrem a Estrada Real, sendo que no século XVIII era roteiro obrigatório dos tropeiros que comercializavam produtos entre Diamantina e o Serro. A vila se encontra numa bacia bem ao meio da Serra do Espinhaço, uma região com lindas cachoeiras, mares de morros e campos de altitudes com uma beleza cênica de tirar o fôlego.

Cachoeiras nos arredores de São Gonçalo do Rio das Pedras.

Na primeira vez que fui a São Gonçalo, saí de Milho Verde e assim que cheguei já fiquei apaixonado pelo lugar, pois a entrada do povoado é um lindo cartão postal para ninguém botar defeito. O Largo do Comércio, ponto central da vila, é deslumbrante.

O Largo do Comércio é o local de entrada para o povoado.

Foto do site: https://guia.melhoresdestinos.com.br/sao-goncalo-do-rio-das-pedras-204-5779-l.html.

Durante o Ciclo do Ouro, São Gonçalo do Rio das Pedras teve um crescimento ligado à passagem de tropeiros, já que a Coroa Portuguesa impôs a utilização da Estrada Real para todos os habitantes da região, como forma de ter um maior controle do fluxo do ouro e diamantes entre a zona de extração e a capital, Vila Rica (a atual Ouro Preto), e depois em direção ao porto do Rio de Janeiro. Sendo assim, o Largo do Comércio de São Gonçalo era o local de fiscalização e descanso dos tropeiros no Rancho de Tropas, que ainda hoje se encontra localizado no largo.

O Largo do Comércio de São Gonçalo era o local de fiscalização e descanso dos tropeiros no Rancho de Tropas.
Porta do Rancho de Tropas de São Gonçalo do Rio das Pedras.

Como as minas de ouro e diamantes eram abundantes no entorno de São Gonçalo do Rio das Pedras, a população atual é composta, em sua maioria, de descendentes dos negros escravizados que foram levados para aquela região. Durante muito tempo, a Coroa portuguesa impôs restrições severas a todos que trafegavam pela Estrada Real e, em caso de confirmação de contrabando ou descumprimento das regras impostas, os bens eram apreendidos e a pessoa poderia ser presa. Essas normas desestimularam o crescimento do povoado e talvez tenham deixado marcas profundas no comportamento dos habitantes de São Gonçalo. 

Lindos casarios do Largo do Comércio em São Gonçalo do Rio das Pedras.

Em São Gonçalo você encontra de tudo um pouco, como tranquilidade, paz, harmonia, descanso, boa prosa, boas quitandas, quitutes, doces, cachaças e muito mais para descobrir. São Gonçalo é cortada pelo pequeno braço do Rio das Pedras, afluente do grande rio Jequitinhonha, e é fascinante por ter sido um caminho importante dos tropeiros em Minas Gerais e, assim, por ter gerado um povo que produz vibrantes lendas do conhecimento popular. Isso é fantástico!

São Gonçalo e o casario colonial de diferentes tons.
A Rua Sete de Setembro com seu calçamento de pedras e lindas casas.

Foto do site: https://br.pinterest.com/pin/544583779918760483/

Imagine um lugar onde você é apresentado a um bar, onde a dona e cozinheira te pergunta qual a sua opção de comida mineira para o almoço. Foi assim que Marcelo Brant me apresentou a Dona Lucília, dona do Bar do Sossego. Escolhi almoçar um feijão tropeiro e sondei se ela teria taioba. Para minha surpresa e alegria, ela prontamente me respondeu que tinha em sua horta particular. Eu amo taioba. Num bar simples, ouvindo os “causos mineiros” da excelente anfitriã e embriagando-me aos poucos com umas doses de cachaça e cerveja, degustei um maravilhoso almoço. Com sinceridade, foi uma comida mineira das mais gostosas que já saboreei. Indico, com certeza.

Bar do Sossego, de Dona Lucília, o melhor tropeiro de São Gonçalo, quiçá de Minas.

Passear por São Gonçalo do Rio das Pedras emana um raro e puro prazer. Caminhando pelas ruas de pedras coloniais, vislumbrando as belas moradias de diferentes tons e sentindo a presença de pessoas dóceis e amáveis que te olham e, mesmo sem te conhecer, te desejam “bom dia”. Que sensação incrível de acolhimento!

Feijão tropeiro, delicioso prato da culinária mineira.

Foto do site: https://cybercook.com.br/receitas/carnes/feijao-tropeiro-com-couve-67668

O Largo Félix Antônio, com uma paineira centenária que te dá sombra e frescor.

No Largo Félix Antônio se encontram a Igreja Matriz de São Gonçalo e uma ampla área gramada por onde pastam vacas e cavalos, correm cachorros e descansam os viajantes sob árvores frondosas e centenárias.

Igreja da Matriz de São Gonçalo do Rio das Pedras.

São Gonçalo do Rio das Pedras, assim como a sede do município, a cidade do Serro, sofreu com a queda da extração de ouro e diamantes, que, a partir do início do século XIX, impôs uma paralisação na economia local e acabou por isolar o povoado do restante do país. A estagnação tomou conta da região por muito tempo, até que os moradores locais incrementaram um calendário com diversas atividades festivas para que a cidade pudesse reviver tempos imemoriais. A Festa do Rosário, em outubro, é uma das festas religiosas em destaque na vila e, em 2012, tive a oportunidade de viver esse momento festivo.

Noite de fogos em frente à Igreja Matriz de São Gonçalo.Noite de fogos em frente à Igreja Matriz de São Gonçalo.

O calendário de São Gonçalo do Rio das Pedras é bem diversificado:

1 – O Festival de Gastronomia do Frango Caipira, o frango caipira feito para maravilhar o visitante, em outubro e novembro;

2 – A Festa do Tira-Gosto, com petiscos mineiros, de bar em bar, em maio;

3 – A Festa do Rosário, com missas, foguetórios, cortejos e procissões em louvor à Nossa Senhora do Rosário, em outubro;

4 – O Festival de Férias, com filmes e forró na praça, em janeiro;

5 – A Festa de São Gonçalo, com novenas, procissões, fogos de artifício e hasteamento do mastro. A alegria se completa com shows e o forró no Largo Félix Antônio, no segundo final de semana de janeiro.

Passagem do cortejo em frente à Igreja de Nossa Senhora do Rosário.
Cortejo pelas ruas de pedras de São Gonçalo, com estandartes de Marcelo Brant.

Talvez toda a beleza rústica e singela de São Gonçalo do Rio das Pedras não transpareça pela descrição e fotos desta postagem, sendo assim, selecionei um vídeo para complementar a apresentação do encanto daquele povoado. 

A estrada de terra entre Milho Verde e São Gonçalo do Rio das Pedras te brinda com um bar muito peculiar e bastante movimentado nas noites de luau mineiro. Em 2012, o Bar do Armazém ainda era administrado pela agradável ex-proprietária, Rita, e o artista Marcelo Brant fez questão de que passássemos momentos de pura prosa com ela. Claro que o papo foi regado com boas doses das famosas cachaças temperadas do bar do Armazém, misturadas com cerveja gelada e acompanhadas por deliciosos petiscos mineiros, como: linguiça frita, torresmo, aipim frito e outros mais. Isso é Minas Gerais!  

O Bar do Armazém, das cachaças temperadas e petiscos mineiros, entre Milho Verde e São Gonçalo do Rio das Pedras.
Grandes amigos Marcelo Brant e Adriana Reis, artistas plásticos de Diamantina.

Espero que tenha gostado de conhecer um pouco de São Gonçalo do Rio das Pedras, um povoado repleto de memórias perdidas no meio de Minas Gerais, que nos faz vibrar acordado, mas quando durmo um sono do justo, sonho em voltar para viver momentos do “Sonho de um sonho”:

“Sonhei que estava sonhando um sonho sonhado
O sonho de um sonho Magnetizado”. (Martinho da Vila)

Quando penso em São Gonçalo do Rio das Pedras, sinto que ficou faltando completar parte do meu sonho. Talvez eu planeje voltar para me reconectar com esse elo perdido.  A viagem é longa, mas necessária. Que tal sonharmos juntos?

Imagem de destaque foi retirada do site: https://guia.melhoresdestinos.com.br/sao-goncalo-do-rio-das-pedras-204-5779-l.html

Compartilhe com os seus amigos.
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Share on LinkedIn
Linkedin
Print this page
Print

28 thoughts on “São Gonçalo do Rio das Pedras, Vila Rústica de Minas Gerais”

  1. Um dos grandes pontos que diferenciam esse blog dos demais é esse olhar incrível tanto nas fotos quanto no texto impecável. PARABÉNS!

    1. Querida Viviana, São Gonçalo foi uma linda surpresa onde estive por 2 vezes em 2012. Espero voltar em setembro ou outubro de 2021, pois uma amiga quer voltar. Um grande abraço!!!!

    1. Amigo Ubiratan, do Giro com Bira, fico feliz de ter um elogio de uma pessoa que também atua com blog de viagens ou similar. São Gonçalo é realmente uma joia que poucos conhecem, muitos vão à Diamantina, que tb é linda, mas não imaginam que ali perto tem esse paraíso. Eu estou querendo voltar depois de maio de 2021. Obrigado.

    1. Bruno Alexandre, que bom que você gostou de São Gonçalo. Se também gostou do blog se inscreva para ter informes das novidades, mas se puder faça a inscrição no banner das páginas à direita, pois naquele que fica no Home está com problema. Tenho postado de 10 em 10 dias. Muito Obrigado.

    1. Querido afilhado Klaus, São Gonçalo do Rio das Pedras é bela como outros lugares no Brasil, como Pirenópolis, Fortaleza e Floripa, que você conheceu comigo e que aos poucos iriei escrever para postar no blog. O texto ficou bom, pois eu consegui relacionar uma passagem da história do Brasil, ou seja: a exploração da mão de obra escrava no período do Ciclo do Ouro, onde muitos escravos eram perseguidos e torturados. Um abuso!!!!!

    1. Minha amiga Tãnia, que bom que você gostou do post, fiz com muita dedicação, pois amo este lugar. O povoado realmente é muito belo e a acolhida dos mineiros é indescritível. Estive lá em 2012 e guardo boas lembranças e as descrevi com muito carinho. São Gonçalo é mágica. Você precisa conhecer São Gonçalo. Eu estou pensando em voltar em 2021. Obrigado pelo comentário.

    1. Querida afilhada Raisa, São Gonçalo é bela como outros lugares no Brasil, como Pirenópolis, Fortaleza e Floripa, que aos poucos iriei escrever para postar no blog. O texto ficou bom, pois eu consegui relacionar uma passagem da história do Brasil, ou seja: a exploração da mão de obra escrava no período do Ciclo do Ouro, onde muitos escravos eram penalizados, perseguidos e torturados. Um abuso!!!!!

    1. Amigo Douglas, São Gonçalo é lindo mesmo. O texto ficou bom mesmo, pois eu consegui reviver um momento de nossa história que é colocada para debaixo do tapete, ou seja: a exploração da mão de obra escrava, e que eram penalizados, perseguidos e torturados. Um abuso!!!!!

    1. Minha prima Isabel, que bom que você gostou do post, fiz com muito carinho, pois amo este lugar. O post realmente tem boas descrições geográficas e eu postei fotos bem bonitas. São Gonçalo é mágica e linda. Você precisa conhecer São Gonçalo. Obrigado pelo comentário.

  2. Adoro essa paisagem do interior. E conhecendo aqui essa cidadezinha dá muita vontade de conhecer indo lá. As fotos são um atrativo !

    1. Meu amigo, que bom que você gostou do post, fiz com muito carinho, pois amo este lugar. Eu tentei postar fotos bem bonitas. São Gonçalo é mágica e linda. Obrigado pelo comentário.

  3. Sempre muito eficiente na proposta de divulgar lugares diferentes neste blog. Conseguimos viajar e conhecer vários lugares sem sair de casa. Apenas pela tela do celular ou computador você ganha o mundo.

    1. Meu amigo James, que bom que você gosta do blog, faço tudo com muito carinho, pois amo viajar e fazer com os outros possam viajar. Obrigado pelo comentário.

    1. Minha amiga Ana Amélia, que bom que você gostou do post, fiz com muito carinho, pois amo este lugar. O post tem boas descrições geográficas e eu postei fotos bem bonitas. São Gonçalo é mágica e linda. Você conhece São Gonçalo?? Obrigado pelo comentário.

    1. Minha amiga Vânia, sabia que você ia gostar deste post, pois além de descrições bem geográficas, eu postei fotos bem bonitas. São Gonçalo é mágica e linda. Vamos combinar sim de ir a São Gonçalo. Obrigado pelo comentário.

    1. Meu sobrinho Cauã, sabia que você ia gostar deste post, pois além de descrições bem geográficas, eu postei fotos bem bonitas. São Gonçalo é mágica e linda. Obrigado pelo comentário.

  4. Muito bem. Eu fiz uma viagem a essa localidade em 1988. Sai de BH até Diamantina e voltei por Serro e Serra do Cipó. Lendo seu texto me deu uma tremenda vontade de retornar. Ver a festa do Rosário parece uma ótima opção. Abs

    1. Meu mestre Eli, sabia que você ia gostar deste post, pois além de descrições bem geográficas, eu cito a Estrada Real que você gosta muito, tanto que mora às margens dela em Cunha. São Gonçalo é mágica e linda. Obrigado pelo comentário.

Gostou? Deixe aqui o seu comentário.